Utilize o teclado para navegar, com Ctrl + nº da tecla

Ctrl + 1 (menu) Ctrl + 2 (conteúdo) Ctrl + 3 (busca) Ctrl + 4 (mapa) Ctrl + 0 (acessibilidade)

A +

A -

Padrão


Original

Contraste
×
Dados Gerais

Dados Gerais

Data da criação: 28 de dezembro de 1995.
Área (km²): 84,50 km²
Microrregião: Colonial do Baixo Taquari.
Distância da capital do Estado: 91,7 km via BR 386
Condições de Acesso ao Município: Boas , pois é cortado pela Rodovia BR 386.
Localização: Depressão Central, faz parte da Microrregião Colonial do Baixo Taquari.
Superfície: 84,50 km²
População: 4.194 (Fonte: IBGE )
Relevo: Vales cobertos de campo nativo e cultivado, banhados por arroios.
Início da Colonização: 1887
Emancipação: 1995, emancipado de Bom Retiro do Sul.
Formação Étnica: Açoriana, trouxe consigo a africana e alemã.
Limites: Norte (Estrela e Teutônia), Leste (Paverama), Sul (Taquari), Oeste (Bom Retiro do Sul).

Num raio aproximado de 100 km, Fazenda Vilanova chega a abranger uma população de mais 5,2 milhões de gaúchos habitantes de diversos municípios do Estado.* Graças a esta localização privilegiada (à beira da BR 386, centro do Estado), próxima a diversos centros com alta taxa de densidade demográfica, o município vem consolidando seu status de local estratégico para a instalação de novas empresas que estão surgindo no Rio Grande do Sul.

 


 

Bandeira
A bandeira do município de Fazenda Vilanova tem como cores oficiais, o verde, o amarelo-ouro e o vermelho, sendo cortada por duas diagonais que, partindo dos vértices superiores da bandeira, encontram-se no ponto meridiano da linha horizontal inferior da bandeira, definido três triângulos, sendo o da esquerda na cor verde, o do centro na cor amarelo-ouro e o da direita em vermelho, representando: I – o verde, a valorização das riquezas agrícolas da região; II – o amarelo-ouro, o progresso econômico e a confiança em um futuro próspero; III – o vermelho, a tenacidade e o vigor do trabalho dos habitantes do município.


Brasão

“Escudo português, tendo o chefe partido verticalmente em três partes iguais, com tendo; no ângulo a destra do chefe, sobre fundo goles(vermelho), a figura de “mãos dadas” ( duas mãos direitas que se apertam), em jalde (ouro) e prata, simbolizando a união dos povos que colonizaram a região; no meio do chefe, em campo blau (azul), a imagem de uma cruz latina em prata, representando a religiosidade dos habitantes do município; no ângulo à sinistra do chefe.

Também sobre o fundo goles, aparece um livro aberto, em prata, tendo sobre si, a representação de uma chama em jalde e goles, simbolizando assim a busca constante na educação, da cultura e do saber, impulsionadores do desenvolvimento de um povo e prioridade para o município; ocupando o centro do escudo e o contra-chefe, uma faixa tronco-cônica, em prata, com segmentos de reta em jalde, ilustrando a BR que corta o município; sendo que, no flanco à sinistra do centro aparecem respectivamente, uma árvore em jalde e sínople ao lado de uma casa, em jalde e prata e, partindo desta, um trecho ondeado em jalde que, intercepta a faixa central, simbolizando todo o conjunto, as casas de fazenda e as vias de acesso e de escoamento das riquezas produzidas no município, tudo sobre campo sínople.

No flanco à destra do centro e no ângulo direito da ponta, em fundo sínople, aparecem três árvores em jalde e sínople, evocando as matas nativas existentes na região, bem com a erva-mate e a fruticultura produtos que compõem a economia da região; à sinistra no ângulo esquerdo do contra-chefe, também sobre campo sínople, representando a pecuária, suinocultura e avicultura, respectivamente em prata, jalde e prata, fazendo referência à produção de origem animal, um dos pilares da economia do município. Sob o escudo, um listel de goles, com as inscrições em saibro (negro), 28/12 FAZENDA VILANOVA 1995, nome e data da emancipação política do município. Nas partes laterais do escudo, apoiadas sobre a listel, à destra, em sínople e jalde aparece uma composição de folhas e espigas de milho e, a sinistra, um ramo de trigo nas mesmas cores, simbolizando a produção agrícola das terras de Fazenda Vilanova. O escudo é encimado por uma coroa mural de 5 torres em prata e saibro.”


Hino

Hino à Fazenda Vilanova
Autores: Josué Vitor da Silva e Sonia Porto Cardoso

Foi com a união das fazendas
Num passado de glória e esplendor
Teus engenhos, arroios e lendas
Tua história assim se formou
De fazendas tornou-se cidade
No teu povo é crescente o vigor
Em teu seio a hospitalidade
Tens no vale um imenso valor

(Estribilho)
Oh! Fazenda Vilanova!
Tuas portas a todos conduz
Ao progresso e desenvolvimento
Desta terra que tanto produz
Oh! Fazenda Vilanova!
Os teus filhos se orgulham de ti
A cultura e o trabalho te fazem
Portal do Vale do Taquari

De um sonho à realidade
Teu presente é nosso tesouro
Em tão ricas as tuas paisagens
Nasce o fruto — alimento de ouro
De fazendas tornou-se cidade
No teu povo é crescente o vigor
Em teu seio a hospitalidade
Tens no vale um imenso valor

(Estribilho)
Oh! Fazenda Vilanova!
Tuas portas...


© Copyright 2020 - Direitos reservados à Prefeitura de Fazenda Vilanova/RS

topo