Utilize o teclado para navegar, com Ctrl + nº da tecla

Ctrl + 1 (menu) Ctrl + 2 (conteúdo) Ctrl + 3 (busca) Ctrl + 4 (mapa) Ctrl + 0 (acessibilidade)

A +

A -

Padrão


Original

Contraste
×
Turismo

Fazenda Cantagallo e Açude Cantagalo

A Fazenda Cantagallo era de propriedade de Ricardo Villa Nova e Leocádia de Azambuja Villa Nova, registrada depois pelo herdeiro Major Antônio de Azambuja Villa Nova, casado com Anna de Azambuja Villa Nova, como consta no Inventário nº 29, M:2, E:101 do ano de 1850, que tinha como inventariada sua mãe Leocádia de Azambuja Villa Nova e inventariante seu pai, Ricardo Villa Nova.

Ao redor do açude havia muitas árvores que abrigavam viajantes cansados, vindos da Colônia Teutônia em passagem a Porto Alegre, São Leopoldo e Taquari. Pela manhã, antes da partida, eram acordados pelo “cantar de um galo” escondido entre as árvores que anunciava o novo dia.  O açude ou lagoa, que faz divisa com o Município de Paverama, no lado leste de Fazenda Vilanova, ainda existe no local.
Como meio de esclarecimento e entendimento, logo abaixo está a descrição das terras de Antônio de Azambuja Villa Nova, no Registro Paroquial da “Freguesia São José do Taquary” (Livro: 53 – 7A – nº 217).    

“Registro das terras que possui Antônio de Azambuja Villa Nova, como se declara. Declaração das terras que possue abaixo apaziguado no Distrito desta Villa. Huma Fazenda denominada “Cantagallo” de meia légua em quadro com casa de moradia, atafona, contendo mais huma porção de terras que foram de Florêncio Marques como consta da carta de Título e escritura de venda digo de compra passada por Francisco José Magalhães Freitas... Declara mais que todas essas terras aqui descritas são contíguas da “Fazenda Cantagallo” de propriedade delle declarante. Villa de Taquary primeiro de julho de mil oitocentos e cinqüenta e seis (01/07/1856). Antônio de Azambuja Villa Nova. E nada mais continha em ditta declaração que mandei registrar das próprias originais e que me reporto nesta Villa de Taquary ao primeiro de julho de mil oitocentos e cinqüenta e seis (01/07/1856). Eu, João de Miranda e Castro que o escrevi. Pároco Antônio João de Carvalho”.

Parte das terras desta Fazenda, após o ano de 1863, ficou pertencendo a Empresa Colonizadora Carlos Schilling, Lothar de La Rue, Jacob Rech e Guilherme Kopp & Cia, pois, no Livro 07, folhas 47/48 do Tabelionato de Taquari, onde está registrada a “Escritura de venda que faz de huma casa Companhia Carlos Schilling, Lothar de La Rue, Jacob Rech e Guilherme Kopp ao comprador Cristiano Schwingel como abaixo se declara. Saibam quantos este público instrumento de escriptura de venda visto que no anno do Nascimento de Nosso Senhor Jesus Christo de mil oitocentos e sessenta e três, aos cinco dias do mês de janeiro, neste Município da Villa de Taquary, onde em Tabelião interino, pois vendo digo Taquary em casas de residência de Lothar de La Rue na Fazenda denominada Canta Galo...” 


© Copyright 2020 - Direitos reservados à Prefeitura de Fazenda Vilanova/RS

topo